; O Blog da Coccinella: Setembro 2005

sexta-feira, setembro 30, 2005

Nota-se mesmo que estamos às portas do fim-de-semana... Já não consigo pensar... (além de estar a começar a ficar com dores de cabeça) Mas vou fazer um esforço para escrever qualquer coisa, por vocês, mas, sobretudo por mim! Esta é a minha terapia preferida! :)

Ontem estava para escrever sobre os meus tempos da universidade, isto porque na 4feira fui jantar a casa de quatro estudantes e uma trabalhadora...

Confesso que nunca apreciei muito estar em Braga. Os domingos à noite eram mesmo uma tortura para mim (é estúpido, mas desenvolvi um trauma à estação de comboios de Aveiro à custa disso). Primeiro por causa do L., depois quando já não havia L., porque sim!

Mas, nem tudo era mau em Braga! E uma das coisas que mais tenho saudades é da minha casa e das minhas companheiras de casa. Ainda ontem a minha mãe me disse que eu tive muita sorte nesse aspecto. Quando fui para lá a casa estava a estrear e era um T3 enorme e super fixe. Só conhecia uma rapariga (com quem partilhava o quarto), mas foi com as outras duas que me dei (e ainda dou) muito bem. Tenho saudades dos nossos lanches a ver as novelas, dos nossos intervalos intermináveis durante à época dos exames, das nossas idas ao shopping... Tenho saudades de estarmos as três!

Recordo-me, especialmente, de um episódio em que eu e a Little S. ficámos trancadas fora de casa e eu de pantufas e fato de treino, sem poder ir para lado nenhum... É claro que tivemos que chamar os bombeiros (isto quase uma hora depois e a seguir a uma tentativa de entrada pela varanda da cozinha que fez o nosso vizinho do lado. Viviamos num 6º andar e os bombeiros disseram que foi muito estúpido da parte dele!).

Bons velhos tempos! Na 4feira, deu-me saudades de viver assim...

...


Ainda não sei como vai ser hoje à noite... Estou muito dividida entre chatear alguém para me aturar ou ficar em casa a testar-me num programa que costumava fazer a dois... Humm? Não sei, não sei...

Eu loura

Esta é para quem nunca me conheceu loura ou não me ligava nessa altura...

Eu Loura

E que tal?

The weekend at last...

Já mais calma e relaxada, vou gozar bem o meu último dia de trabalho da semana e preparar-me para um óptimo fim-de-semana...

Aaaahhhh! Já estamos quase no fim-de-semana!

Your Blogging Type Is Thoughtful and Considerate

You're a well liked, though underrated, blogger.
You have a heart of gold, and are likely to blog for a cause.
You're a peaceful blogger - no drama for you!
A good listener and friend, you tend to leave thoughtful comments for others.


Humm, não sei se acredito muito nestes resultados...

quinta-feira, setembro 29, 2005

Mas porquê?

Tinha pensado num "post" todo revivalista dos meus anos de faculdade, mas devido à "incapacidade" de algumas pessoas de ouvir e registar o que os outros dizem, já não tenho cabeça para isso!

Será que as pessoas são burras ou fazem-se? Se lhes dizemos para não fazerem as coisas, porque é que à primeira oportunidade fazem-no? Porque é que quando dizemos as coisas não nos ouvem e não guardam?

A incapacidade de uma pessoa para ouvir e registar colocou em alvoroço e em preocupação uma data delas (inclusivé a mim que vim a conduzir feita doida!). Agora estou nervosa, stressada, porque sou só uma e desta forma não consigo chegar a todos ao mesmo tempo!

Acho que a distância do meu antigo "bálsamo" calmante já se está a fazer sentir! Estou a voltar ao mesmo... Nãããããããããããããããããããoooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, setembro 28, 2005

E daqui a um ano?

Na semana passada, pus-me a olhar feita estúpida para um calendário de 2006 que já está afixado na Sede. Percorri o calendário com os olhos e fixei-me no dia em que estava e pensei: "Onde estarei? Como estarei? Com quem estarei daqui a um ano?".

Sempre que se encerra um ciclo da minha vida, penso nisso. Penso sempre como será daí a um ano... Será que ainda estarei a trabalhar no mesmo sítio? Será que voltarei aos meus tempos de loura? Estarei acompanhada? Sozinha? São questões que me coloco... e a curiosidade é tanta que já considerei em ir a uma cartomante/vidente! :)

Quando penso no "como será daqui a um ano" fico super ansiosa para que esse ano passe depressa. Vivia esses 365 dias num segundo só para matar a minha curiosidade (a hipótese da vidente começa a ser cada vez mais forte)...

Confesso que a questão que mais me inquieta neste momento (devido à minha actual situação) é se já terei companhia ou não. Quem será? Como será? Às vezes, vejo uma possibilidade em cada esquina, mas tenho quase a certeza que vai ser quem eu menos esperar. Foi sempre assim, não será diferente agora. E também sei que vai aparecer quando eu menos esperar. Foi sempre assim... Quando eu não estiver à procura, pofes! aparece! Por isso, tenho que me deixar de preocupar com isso! ;)

O engraçado é que nessa mesma semana, dias antes, pedia (a quem me pudesse ouvir) para voltar a minha vida para trás... exactamente um ano! Só queria ter o que tinha nessa altura... O emprego... a companhia... Mas agora, estou desejosa pelo futuro! Por aquilo que me trará.
...


Falaram-me e falaram-me de um certo filme e tanto me falaram que me entusiasmei com ele (confesso que a apresentação também parecia fixe). Ontem lá fui eu, armada em corajosa, vê-lo "all by myself". O filme até é engraçado (nada a ver com o último que tinha ido ver, que foi dos poucos que posso dizer que não gostei!), até tem umas piadas, mas lá para o fim, a história dá umas voltas e reviravoltas que fica tudo um bocado embrulhado e sem grande sentido... Mas pronto, deu para espairecer e saber que aos poucos vou voltando a ser capaz de estar "all alone" (não pensar, não pensar para aparecer mais rápido! ;) )

terça-feira, setembro 27, 2005

Velhos são os trapos e outras divagações...

No outro dia, uma prima minha estava a falar de bebés e casamentos e perguntou-me a minha idade:
- "25", respondi eu.
- "Tás a ficar velha, põe-te a pau!", disse ela logo a seguir.

Fiquei com cara de parva a olhar para ela e a pensar: "Estou velha para quê? Para casar? Ter filhos? Quem disse que queria tudo isso agora?".

Não me sinto nada velha! Penso até que ainda não me consciencializei da idade que tenho. Às vezes, sinto-me uma garota autêntica, quase como se ainda tivesse 15 anos. Penso, faço e sinto coisas como se ainda fosse uma adolescente. Não me sinto preparada para ter responsabilidades, pensar no futuro, apostar em coisas a longo prazo. Ainda só tenho 25 anos, caramba! Onde é que eu estou velha? Ainda tenho tanto para viver, para curtir, para aproveitar!


Hoje andava à procura de umas fotos e fui vasculhar no meu caixote de lembranças amorosas nº 1. Foi tão engraçado ver as minhas fotos com o L., os presentes, os bilhetinhos românticos... Durante algum tempo, foram recordações muito dolorosas, mas agora lembro-me de tudo com um sorriso nos lábios.

Hoje vou fazer um programa que já não faço desde os meus tempos de Lisboa. Vou ao cinema sozinha! Vou ver montras! Vou comer sozinha! Um passo para a depressão, vão pensar vocês. Mas eu digo, é só mais um passo para a libertação! E uma viagem pela galáxia! Depois conto...

Saudações com pintas ET's!

segunda-feira, setembro 26, 2005

As músicas que me ajudaram ontem a dar a volta por cima...

"Threw you the obvious
And you flew with it on your back
A name in your recollection
Down among a million, say:
Difficult enough to feel a little bit
Disappointed, passed over.
When I've looked right through,
To see you naked and oblivious and you don't see me
Well I threw you the obvious,
Just to see if there's more behind the
Eyes of a fallen angel,
Eyes of a tragedy.
Here I am expecting just a little bit
Too much from the wounded
But I see,
See through it all,
See through,
And see you.
So I threw you the obvious
Do you see what occurs behind the
Eyes of a fallen angel
Eyes of a tragedy
Well, oh well..
Apparently nothing.
Apparently nothing at all.
You don't
You don't
You don't see me
You don't
You don't
You don't see me
You don't
You don't
You don't see me
You don't
You don'
t You don't see me at all"

3 Libras - A Perfect Circle

"Disseram-me um dia, Rita (põe-te em guarda)
aviso-te, a vida é dura (põe-te em guarda)
cerra os dois punhos e andou (põe-te em guarda)
e eu disse adeus à desdita
e lancei mãos à aventura
e ainda aqui está quem falou
Galguei caminhos-de-ferro (põe-te em guarda)
palmilhei ruas à fome (põe-te em guarda)
dormi em bancos à chuva (põe-te em guarda)
e a solidão, não erro
se ao chamá-la, o seu nome
me vai que nem uma luva
Andei com homens de faca (põe-te em guarda)
vivi com homens safados (põe-te em guarda)
morei com homens de briga (põe-te em guarda)
uns acabaram de maca
e outros ainda mais deitados
o coveiro que o diga
O coveiro que o diga
quantas vezes se apoiou na enxada
e o coração que o conte
quantas vezes já bateu para nada
E um dia de tanto andar (põe-te em guarda)
eu vi-me exausta e exangue (põe-te em guarda)
entre um berço e um caixão (põe-te em guarda)
mas quem tratou de me amar
soube estancar o meu sangue
e soube erguer-me do chão
Veio a fama e veio a glória (põe-te em guarda)
passearam-me de ombro em ombro (põe-te em guarda)
encheram-me de flores o quarto (põe-te em guarda)
mas é sempre a mesma história
depois do primeiro assombro
logo o corpo fica farto
O coveiro que o diga
quantas vezes se apoiou na enxada
e o coração que o conte
quantas vezes já bateu para nada"

Balada da Rita - Sérgio Godinho com David Fonseca

Engraçado, três anos e tal depois e são as mesmas músicas...

Eu sorrio para a vida...



...e a vida vai sorrir para mim!

A pergunta do dia...

O que é que esta notícia estava a fazer na primeira página do site da Lusa?!?

"Cinema: Demi Moore e Ashton Kutcher casaram-se

Los Angeles, 26 Set (Lusa) - Os actores Demi Moore e Ashton Kutcher casaram-se sábado em Los Angeles (Califórnia), num local que não foi revelado, informaram domingo duas das revistas cor-de-rosa mais populares nos Estados Unidos, a People e US Weekly.

Nem Moore nem o seu jovem marido, de 27 anos, fizeram qualquer comentário sobre o assunto.
De acordo com a US Weekly, cerca de 100 pessoas assistiram à cerimónia, entre as quais figurava o ex-marido de Demi Moore, o actor Bruce Willis, e as três filhas de ambos.

Trata-se do primeiro matrimónio para Kutcher e o terceiro da actriz, casada em primeiras núpcias com o cantor de rock Freddie Moore (1980-1984) e depois com Bruce Willis (1987-2000).

A revista People assegura que o casal se conheceu em Nova Iorque, em 2003, e que desde então permanece inseparável.

A relação vai de vento em popa, segundo todas as revistas cor- de-rosa, que sublinham inclusivamente que as filhas de Willis e Moore se dirigem carinhosamente a Kutcher como "MOP", a abreviatura de "meu outro pai".

Os rumores do casamento cresceram desde Fevereiro, quando o casal esteve em Los Cabos, no México, para celebrar o Dia de S. Valentim, Dia dos Namorados.

FG Lusa/Fim"

???

sábado, setembro 24, 2005

As "pérolas" da semana...

"bxx, bxx... ou será um cão?"
(Little John)

"Zé Milho faz-me um filho"
(Pipoca Carademelo)

sexta-feira, setembro 23, 2005

Foi um dia longo...

... e ainda não acabou, mas penso (espero!) que melhore!

Vou ter com a minha P. e com o J. a Coimbra. Quero ver se me animo (apesar de estar à espera de um pequeno interrogatório, que me vai fazer lembrar coisas tristes...). Pode ser que ouça esta música... Confesso que neste momento é das poucas coisas que me anima...

Ultimamente, tenho-me lembrado de como foi da outra vez... Quando voltei a falar com o L., quando deixei de estar chateada com ele, quando começaram as recaídas (que desta vez sei que não vão acontecer, porque também não estou para andar outra vez a bater com a cabeça nas paredes), quando me decidi que não queria mais... Demorou tanto tempo a passar... É disso que tenho medo, de ficar mais um ano e tal a suspirar por alguém, a sentir a minha vida encalhada... (suspiro)

(outro suspiro)

"Shakira: Ay amor me duele tanto
Alejandro Sanz: Me duele tanto
Shakira: Que te fueras sin decir a donde
Ay amor, fue una tortura perderte
Alejandro Sanz: Yo se que no he sido un santo
Pero lo puedo arreglar amor
Shakira: No solo de pan vive el hombre
Y no de excusas vivo yo.
Alejandro Sanz: Solo de errores se aprende
Y hoy se que tuyo es mi corazón
Shakira: Mejor te guardas todo eso
A otro perro con ese hueso
Y nos decimos adiós"

(já tenho um sorriso nos lábios!) :)

Aiiii...

Já encontrei o homem dos meus sonhos...



... agora só me falta conhecê-lo!!! ;)

AAAAAAHHHHH!!!!!

Eu até acordei bem. Não estava super bem disposta, mas também não estava de rastos... Até que vim trabalhar... AAAAAHHHHH!!!!!

Só me apetece fugir, dar um tiro na cabeça, desaparecer... Esta semana nunca mais acaba!!! E tenho a sensação que só vai piorar... Assim não dá... Não há vontade de sorrir para a vida que resista!

AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PS: Procuram-se companheiros para a fuga!

quarta-feira, setembro 21, 2005

O melhor...

...é voltar a ser eu mesma sem medos, nem stresses. Ver as novelas à noite sem ser interrompida por telefonemas. Sair à noite com a P. para engatar gajos.

O pior...

... são as constantes mudanças de estado de espirito. Não saber como se vai acordar de manhã, como se está à tarde e como nos deitamos... Rir e ter um ataque de choro dois minutos depois... Estar bem e ter um ataque de tristeza a seguir... Estar num bar cheio de pessoas e música e sentires que estás sozinha e só ouvires o barulho do vazio ao teu lado...

...

Acho que estou a cair em mim... Agora é que está a bater...

Numa tentativa meio atabalhoada de me consolar, a minha mãe disse-me que na minha vida anterior eu devo ter feito sofrer muitas pessoas... não é que eu acredite em reencarnação, mas só assim se compreende...

Será que sou muito exigente ao pedir para ser completamente feliz de vez em quando????

terça-feira, setembro 20, 2005

Já fiz asneira...

Acho que já estraguei isto...

It's over!

Acabou... não, não se assustem, não foi este espaço de reflexão e confidências, mais conhecido por blogue, mas sim uma parte da minha vida.

Acabou e desta vez não vou destilar veneno nem torturar ninguém com os meus "post's".

Acabou... quem gosta, gosta, quem não gosta, gostasse... Sei que eu é que fico a ganhar!

Acabou e parece que foi tempo deitado ao lixo!

Acabou... sinto-me mais leve, como se me tivessem tirado um peso de cima.

Acabou e vou sair desta ainda mais forte, linda, deslumbrante e portentosa!

Acabou...

Saudações com pintas livres e prontas para curtir a vida!

sexta-feira, setembro 16, 2005

!!!

Un' altra scheda...

???

Porque será que sempre que chego a casa me perguntam se x ou y estão em casa??? Mas se eu estava a trabalhar, como posso saber???

Grrr....

...

Um familiar meu está numa situação de saúde muito delicada. Aconteceu esta semana, numa altura em que a vida deles começava a "encarreirar". Têm sido dois anos muito complicados para qualquer um dos membros daquela "casa". Tem acontecido de tudo... Mas agora, as coisas começavam a correr bem. Tinham novos projectos, vem aí um novo elemento... E aquilo aconteceu!

Eu até andava de bem com a vida, a sorrir para ela, mas esta partida deixou-me um bocado triste e revoltada. Não é justo! Sei que há alturas em que a vida corre bem, outras nem por isso, mas será que já não lhes chegava???

É nestes momentos que me ponho a pensar se existe realmente alguém ou algo que "mexe os cordelinhos" da nossa vida, se isto é tudo puro acaso (aconteceu agora, como podia acontecer de pois ou já ter acontecido) ou mesmo se existe o "mal de inveja" ou o "mau olhado". Sei que é estranho colocar esta última hipótese, mas não consigo compreender. Penso que já mereciam um bocadinho de paz e sossego. Descansar de todas as agruras por que têm passado nos últimos tempos...

Se calhar as pessoas acreditam em Deus ou em deuses, nas bruxas e nos voodoos para puderem culpar algo ou alguém das coisas más que acontecem, porque, às vezes, é muito díficil aceitar que as coisas acontecem por acontecer, porque a vida é assim mesmo, não é justa e até cruel quando quer...

Tenho que voltar a fazer as pazes com ela... Para sorrir por ele...

quinta-feira, setembro 15, 2005

Lo piccolo italiano


Não resisti... Foram 92 minutos de muito sofrer (mesmo à Benfica, se fosse diferente não era o Benfica)... Ma dobbiamo ringraziare a questo piccolo italiano, perchè lui a fatto la nostra gioia... Grazie mille!

quarta-feira, setembro 14, 2005

Pedaços...


... de felicidade!

Para recordar as minhas férias, a nossa semana em Espanha...

Cada fotografia, uma história....

segunda-feira, setembro 12, 2005

Viver / Existir / Viver / Existir / Viver / Existir / Viver / Existir / Viver / Existir / Viver / Existir / Viver / Existir / Viver / Existir

Na semana passada, ouvi uma frase numa novela (onde por vezes até aprendemos algumas coisas!), que me pôs a pensar: "a vida não é um ensaio, só temos uma oportunidade e temos que a aproveitar" (qualquer coisa assim)... esta fez-me lembrar outra que era parecida com isto "não te limites a existir, vive"...

Vinte e cinco anos de pois, questiono-me: existo ou vivo? ando a ensaiar ou a aproveitar? E a resposta não me satisfaz... E depois dou razões a mim mesma para isso: primeiro porque estudava, depois porque não tinha dinheiro, a seguir porque trabalho... Mas talvez o maior problema seja eu mesma... Devia ser mais "mexida"... Mais "freaky freaky" (desculpa usurpar a tua expressão!)... Queria viver mais, aproveitar mais, sair mais, conhecer mais... Tudo mais...

Saudações com pintas em crise existencial

sexta-feira, setembro 09, 2005

Buon Compleanno!





Tanti auguri a me,
Tanti auguri a me,
Tanti auguri a Joana
Tanti auguri a me!!!!

'Tou a ficar velhota...

Saudações com pintas com 1/4 de século...

quinta-feira, setembro 08, 2005

Regressão... Evolução... Ou então não...

Acho que estou a regredir ou, então, nunca cheguei a evoluir!!!

Quase aos 25 anos, vejo os Morangos com Açúcar (até nem achava grande piada a esta série, mas agora gosto de ver!), cantarolo a música dos D'zrt (e confesso que até é daquelas que me põe bem disposta...) e ando pelo Hi5 a ver se encontro os "baipes" giros... Ou seja, há 10 anos atrás fazia quase as mesmas coisas (a série era o Beverly Hills, a música era qualquer uma dos Take That e procurava os "baipes" nas revistas...). E isto preocupa-me!

Nunca deixei de ter a minha costela teen (saber algumas letras da Britney Spears e gostar de músicas da Shakira é muito preocupante...), mas acho que agora estou outra vez a voltar a esses tempos. Será medo de envelhecer? Ou será que tenho que assumir de vez os meus gostos foleiros e adolescentes? Estou com uma crise da meia da meia idade (não me enganei, é mesmo assim)...

Saudações com pintas preocupadas...

ps: hoje recebi umas coisinhas lindas no meu correio que encomendei a duas meninas muito prendadas. Adorei! Grazie mille Marta e Patrícia!

quarta-feira, setembro 07, 2005

Memories, nananana, Memories...

No outro dia estava à procura de uma coisa que desapareceu misteriosamente, quando re-encontrei outra bem melhor... o meu diário do ano de 1994! Não tinha um diário para cada ano (durante uns tempos tinha agendas onde nos dias "especiais" escrevia algumas coisas, mas diários não tinha), mas 1994 foi um ano especial (lembro-me agora que também tinha uma parte de 1995...) para o bem, para o mal e para o mais ou menos (não quero escandalizar ninguém!)... o bem: o fortalecer da minha amizade com a P. (22 de Abril...); o mal: a morte do meu avô Manel; o mais ou menos: o divórcio dos meus pais (não me vou explicar...)... e uma coisa que não consegui encaixar em lado nenhum: a minha primeira paixão!

Nesse diário (o Paulo), está registada a história quase toda dessa minha paixão (que nunca deu certo) e de todo o sofrimento que passei por causa dele. É claro que não resisti a reler o que tinha escrito e, passados 11 anos desses acontecimentos fatídicos, parecia que estava a "re-sofrer" tudo de novo! É estúpido, eu sei, porque a pessoa já não me diz nada de especial (já não falo com ele "há anos"!), mas lembrei-me da história toda e de tudo por que passei por causa dele... (anos mais tarde, pediu-me desculpa por tudo!)

Além da história da minha primeira paixão, esse meu diário (que era uma cópia de um diário que uma personagem de um livro tinha e que penso que se chamava anastácia) tinha recortes, frases e listas de coisas (e pessoas) que gostava e que odiava... O que me ri ao rever aquilo tudo (ainda sou tótó, mas naquela altura era bem pior!).

Depois, a sessão de nostalgia continuou com a música. E o que é que eu fui desenterrar (não pude desenterrar muita coisa, porque maior parte das minhas coisas estão em minha casa)?... Bon Jovi... "These Days"... O meu mano quando viu aquilo começou-se a rir. É claro que também se lembrou que houve um ano, em Mira, em que só ouvíamos aquilo (na altura em que o meu mano ainda não era fixe! :) ), mas agora goza comigo! Ficaram a faltar o "Always" (Bon Jovi), o "Angel" e o "Crying" (Aerosmith), o "Another Crack in my Heart" (Take That) e a minha favorita da altura "I'll be there for you" (Bon Jovi, claro!).

De vez em quando, sabe-me vem reviver o passado (recordar é viver, lá diz o ditado!)... Esse ano de 1994 foi bem louco. Aconteceu de tudo um pouco...

Saudações em contagem decrescente para o quarto de século...

ps: eu estava a achar fruta a mais garantirmos já hoje a nossa presença no Mundial... Não é da natureza de Portugal não depender dos outros e não fazer contas para se apurar para qualquer coisa do futebol, muito menos de se safar a três jogos do fim!!! Quem sabe um dia...

segunda-feira, setembro 05, 2005

(quero um título que não tenha nada a ver, por isso, escrevo o nome da música q estou a ouvir) VERTIGO

Assumo... Isto da inspiração já viu dias melhores... Confesso... Ando sem grandes assuntos para escrever... Admito... Este blog já não é o que era... Por tudo isto, peço desculpa... Não sei o que se passa (será a falta de trabalho que está a fazer com que a cabeça fique preguiçosa?), mas isto anda "mali", "mali"!

Ando maravilhada com o Hi5. Perco-me (não como certas pessoas, que se perdem mesmo!) naquilo... Ando de foto em foto e já "encontrei" montes de "baipes". Alguns são muito duvidosos, outros parecem bem reais. Não resisti em pedir que alguns me adicionassem. São os resquícios de uma adolescência bem adolescente, com ídolos, posters, cartas, fotos, autógrafos e outras coisas demasiado embaraçosas de confessar (22 de Abril de 1994!). Falta encontrar-me uma pessoa essencial, que se a tivesse conhecido nos meus "teens" teria feito de mim a miúda mais feliz do Mundo (a mim e à minha P.! Confesso que agora também ficaríamos maravilhadas, porque ele ainda é ele!).

A(s) saída(s) do fim-de-semana foram muito fixes! Foram duas noites longas... (gostaram do trocadilho?) Não posso revelar pormenores para preservar as pessoas envolvidas... ;) Mas foram um bom treino para a próxima sexta-feira (que tem que bater! ;) )

Saudações com pintas cheias de esperança de que esta semana as bloggadas corram melhor...

sexta-feira, setembro 02, 2005

E o fim-de-semana já chegou...

"Ladies night, we'll go together to dance all night
Ladies night and we'll be jammin' till the morning light"

Peço desculpa a todos os fans desta música pela grande "estraganço" que acabo de fazer, mas hoje é noite de "gaijas"... Vou sair com a minha P. Deixamos os "gaijos" em casa e vamos "cortir" a "naite"....

Depois conto como foi... ou talvez não! ;)

Bom fim-de-semana!