; O Blog da Coccinella: Março 2008

segunda-feira, março 31, 2008

Música com... o começo mais estúpido

If I had eyes in the back of my head
I would have told you that
You looked good
As I walked away


If I Had Eyes - Jack Johnson

Música para introspectar #3

Etiquetas:

domingo, março 30, 2008

Porque tens um blog?

A Aisling quer saber porque criei o meu blog. Surgiu como forma de terapia numa altura em que me tiraram o chão debaixo dos pés e o meu mundo de então ruiu. Vi-me cheia de coisas dentro de mim, mas sem saber como as meter cá para fora. Em conversa com uma amiga blogger, tive a ideia de criar um canto meu, que servisse para escrever tudo o que me ia na alma. Foi o meu melhor amigo naqueles tempos e ajudou-me a superar a solidão no meu trabalho. Aqui podia escrever tudo o que queria, quando queria e, muitas vezes, não pensava nas consequências, o que me interessava era deitar para fora tudo o que me atormentava a cabeça. Depressa se tornou num vício e numa paixão. Agora, mesmo com a falta de tempo e com uma terrível auto-censura que me anda a consumir, não consigo deixá-lo para trás, é o meu espaço e tudo o que me acontece é um possível post aqui. Nunca tive grandes pretensões com o meu blog, porque sempre escrevi sobre mim, mas prezo muito os meus leitores, especialmente aqueles que me lêem sem me conhecerem de lado nenhum.

Agora tenho que me armar em cusca e perguntar a mais bloggers por que começaram os seus: Anocas, Gonçalo, Marta, Kice e Pinguça. Mas eu também não me chateio se não responderem! ;)

Tempo

Assusta-me a passagem do tempo. Assusta-me que passe rápido quando o queremos desfrutar e que passe devagar quando queremos que as situações se resolvam. Eu sei que na minha vida tudo se resolve no tempo necessário e quando tem que ser. Não vale a pena pressas, mesmo que me irritem as situações que se arrastam e por muito que as queira ver resolvidas. Não vale a pena debater-me contra o tempo, só me chateio e não encontro a solução. Se for preciso um ano, será preciso um ano!

sexta-feira, março 28, 2008

Eu, Coccinella da Silva, peço desculpa

Hoje descobri que andei durante quase quatro anos a difamar a Britney Spears ao utilizar um exemplo falso para demonstrar o playback dela. Acho que nunca disse aqui publicamente que fui ver a Britney Spears ao Rock in Rio, mas pronto, fui ver a Britney Spears ao Rock in Rio. Não vou estar aqui a explicar toda a história que teve como única razão a de não poder não levar a minha mãe a ver os Metallica. Então hoje, ao ver uns vídeos no You Tube, descobri (não me perguntem como) que o que eu pensava que tinha sido um monumental falhanço foi afinal tudo ensaiado e a menina não estava mesmo a cantar. Lá caiu por terra uma certeza, no entanto, confirmei que a do piano mágico é mesmo verdade.

quinta-feira, março 27, 2008

Post Eu sou espectáculo e nada modesta e ando a arranjar coisas estúpidas para escrever

Sou de uma inteligência super espectacular! Estou três semanas sem ver e quando volto, à primeira cena penso para comigo: "Humm... Cheira-me que é este..." E hoje tive a confirmação que já tinha descoberto o assassino da carrinha frigorífica! :D

Eu e...

... a minha grande boca! Depois de anunciar publicamente que não gosto da Amy Winehouse apanho com a senhora no relaxamento da aula de localizada. Bem, sempre é melhor que a habitual Celine Dion ou os Simply Red...

terça-feira, março 25, 2008

Há muito, muito tempo, era eu uma criança... (isto é o que dá ver o Conta-me como foi todos os Domingos, mas adiante...) Estava eu a dizer que quando era uma criança, por mais que pedinchasse e choramingasse, os meus pais não me deixavam ver uma certa e determinada série na tv. O máximo que podia ficar era até ao final da música inicial, que sempre me fascinou. E depois, lá ia eu, cabisbaixa para o quarto e desejosa de ser mais velha para poder ver aquela série que me proibiam. Mas a proibição era compreensível, porque sempre fui muito susceptível e nenhum pai no seu juízo perfeito iria deixar que uma filha que tinha insónias com assasinato do Juca Pirama e da Marlene, ver aquela série.

Mas os tempos mudam e os meus pais deixam de ter controlo naquilo que eu vejo e, apesar de ainda continuar um bocado susceptível, já posso ver o Twin Peaks do princípio ao fim. Este fim-de-semana foi a primeira série toda mais o primeiro episódio da segunda.

segunda-feira, março 24, 2008

Nos últimos tempos este blog só vive aos fins-de-semana. Ainda não percebi se é por falta de tempo se é porque só se passam coisas na minha vida ao fim-de-semana...

Vídeos Coccixas

O vídeo desta semana foi um pedido especial de uma pessoa ainda mais especial. Para um dos homens da minha vida, Nick Cave & The Bad Seeds!

Ele há coisas que...

... eu não precisava mesmo nada de saber!

domingo, março 23, 2008

Dúvida existencial

Sou só eu que não acho piadinha nenhuma à Amy Winehouse?

Baú de recordações

Páscoas do antigo de antigamente em que eramos todos lúcidos e andávamos.

Etiquetas:

terça-feira, março 18, 2008

Música para introspectar #2

Etiquetas:

Já podes contar o segredo...

Cinco anos, nove meses e vinte e seis dias depois, chegou a minha joaninha!

segunda-feira, março 17, 2008

Shiiuu!!


Do you want to know a secret,
Do you promise not to tell, whoa oh, oh
The Beatles - Do You Want to Know a Secret

Somethings comin over me
My babys got a secret
Madonna - Secret


Well I've got a secret, I cannot say
Queens of the Stone Age - Lost Art of Keeping a Secret

Everyone has a secret
But can they keep it
Oh no they can’t
Maroon 5 - Secret

I'll keep you my dirty little secret
All American Rejects - Dirty Little Secret

O provérbio não é bem assim, mas para cabrão, cabrão e meio e antes de comprarem uma guerra, devem ter a certeza que a iriam ganhar!

domingo, março 16, 2008

A minha sugestão

Plim!

Gosto de perceber as razões pelas quais as coisas acontecem na minha vida, principalmente as coisas más, porque as boas, não precisam de justificação. Andava há dois anos e meio a tentar perceber o porquê de terem posto alguém no meu caminho com quem me via para o resto da vida, para depois a história não ter ido para a frente, mas, ao pensar neste post (por outras razões), entendi que estava a pensar nas coisas de forma errada e finalmente fez-se luz. Porque se não tivesse acontecido o que aconteceu, hoje a minha vida não seria o que é. Não teria conhecido as minhas MC's, não teria conhecido o pessoal do rock, não tinha conhecido as gurias e só por isto e por tudo o que eu tenho vivido nestes dois anos e meio, valeu a pena ter acontecido o que aconteceu. E sofri horrores, sim, sofri. E bati muito com a cabeça na parede, sim, bati, mas não teria tido a noite de ontem.

Gosto de...

... sair à noite sem destino pré-definido. Começar com um programa cultural e intelectual e acabar numa bomba de gasolina a comer Matutanos de presunto. :D

sábado, março 15, 2008

Congresso VI

Correu à Coccinella da Silva: começo e siga em frente que atrás vem gente. Ou seja, dos 15 minutos a que tinha direito, acho que nem gastei dez. Mas parece-me que correu bem. Não me engasgei muito, não me enfiei atrás do pc a ler os slides todos... No fim, ainda fiquei a tremer durante dez minutos e uma meia hora depois, quando a adrenalina assentou, parecia que tinha levado uma carga de porrada. Que venha a próxima!

sexta-feira, março 14, 2008

Congresso V

Faltam menos de 24horas e estou estranhamente calma...

Vou ler mais uma vez a apresentação.

quinta-feira, março 13, 2008

É mais ou menos isto

Catherine Willows: You know, the thing that makes a fantasy great is the possibility that it might come true. And when you lose that possibility - it just kind of sucks.

CSI Las Vegas

segunda-feira, março 10, 2008

Música para introspectar #1



You in the sea
On a decline
Breaking the waves
Watching the lights go down
Letting the cables sleep

Etiquetas:

O congresso IV

Roupa e sapatos - check

Apresentação - estou a arranjar vontade para começar

K

Existem amizades que, em dois anos, se tornam tão ou mais importantes que convivências de dez anos. Juntamos tantas memórias e histórias, que mais parece que nos conhecemos desde sempre. São tão indispensáveis como o ar que respiramos. E assim, depois de dois meses de ausência e saudades acumuladas, passamos três horas a falar sobre tudo, como se nos tivessemos visto no dia anterior.

O congresso III

É já na sexta-feira e ainda não fiz a apresentação e não faço a mínima ideia do que vou vestir. A juntar a isto, no sábado saí da cabeleireira com um franja horrível, apesar de toda a gente me dizer que não está mal e que em duas semanas cresce. Duas longas e penosas semanas em que me tenho que olhar ao espelho e dizer sempre: esta franja está horrível!!

quinta-feira, março 06, 2008

Dúvida existencial

Quem é que decide que pessoas são mais importantes que outras? Quem decide quais as vidas mais importantes que outras? Qual é o critério? Qual a base científica para tais escolhas? Quem é? Quem é? Que se chegue à frente, porque precisamos de falar...

As 12 odiadas

Detesto a palavra trabalho, principalmente, quando estou atolada dele. Não gosto de sono, quando não posso dormir. Não suporto a fome, sem ter nada para trincar. E o frio quando estou sem casaco. Formação de Access é uma seca, quando há tantas coisas mais interessantes para fazer depois de um dia de trabalho. Os rojões são a pior coisas que me podem oferecer como refeição. E as dores nas costas são do pior que me acontece. Por mim, não alavanco nada nem muito menos elenco o que quer que seja. E muito menos ausculto. E fico sem paciência quando se acaba a imaginação.

Mais um deafio da Aisling! :)

You make my day


A Aisling há assim muuuuiiiiitoooooo tempo deu-me mais um prémio, que eu, que ando uma miúda muito atarefada, ainda não tinha tido oportunidade de agradecer. Grazie mille! E como seria injusto referir só dez blogs, o prémio vai para todos os da barra aí ao lado.

domingo, março 02, 2008

Coisas que me fazem espécie

Pessoas que falam SEMPRE sobre o mesmo assunto. É que não há pachorra! E depois admiram-se que eu não tenha vontade de estar com elas.